Powered by eSnips.com

sábado, janeiro 5

Há dias assim...

Em que apenas desejamos
chegar ao nosso canto.
Abrir a porta...
e ser recebidos.
Com mimos, carinhos
e beijinhos...
Beijos ternos,
beijos apaixonados,
beijos carinhosos,
Beijos que nos dizem algo...
sem precisar de falar.
Saber que nos podemos enroscar
num colo quente,
num porto seguro,
num abraço
que nos acolhe,
nos entende
sem nada perguntar.

Hoje sinto-me assim...
sei o que quero...
e não vou encontrar.

8 comentários:

SF disse...

Sabes... acho que andamos todos à procura do mesmo, mas nos sítios errados. Deve ser mesmo muito difícil de encontrar, bolas!

deixo um beixu :)

SF disse...

O timming perfeito... qual 'toma lá, dá cá'!!!

O segundo fez-me rir, desalmada e quase desdentadamente :)

Beixus muitos

marias disse...

E há dias assim mesmo como dizes, queremos aconchego, carinho, ternura...todos precisamos de mimos.
Que encontres o que procuras!...

Beijinhos, vou ler o post de baixo.

Anónimo disse...

Olá

Estava passeando e encontrei este blog, maravilhoso, delicioso
Aproveitei, espretei e gostei
Se me permite volto otras vezes

Logo terei blog reaberto, com novo formato e volto aki para convida-lo a conhecer

Será um prazer ter vc por lá

Um 2008 de muita paz e muito amor

Beijos

Silvia

Eärwen Tulcakelumë disse...

És sempre querido e bem vindo, sejas Mestre, sejas oArista, és acima de tudo um querido amigo. Então bem vindos és!!! Agradeço tuas doces palavras.
Tua alma está nas telas que pintas, nos versos que escreves... sempre é assim e um dia irás encontrar o que busca tua alma.

Recebe meu amigo, a primeira pérola incandescente de luz para esse novo ano que começamos a percorrer.

Com carinho,

Eärwen

Seriamente disse...

Há dias assim, há!
O colo faz tanta falta...
Será esse colo que encontramos na sala onde nos reunimos todos os dias?

Gostei de conhecer este espaço.

Um Momento disse...

É... simplesmente como tu dizes...
Há dias asim...

(*)

Ana Luar disse...

Há dias assim... Mas tb há dias melhores do que assim, dias cheios de sorrisos e risos, dias de sol, de sonhos, de amor, de calor. Dias enlouquecidos, mas nunca dias esquecidos. E porque há dias assim, beijo-te e abraço-te sabendo que nos meus braços cabem, todos os dias mesmo os assim.